09 abril 2008

Querem acabar com a nossa brincadeira!!!!


Não há dúvidas de que o Google mantém o maior site de busca da internet. Hoje, ele possui mais de 100 empresas ligadas diretamente, e outras tantas ferramentas como o Orkut, gmail, Blogger, Google Maps, Google Earth, Projeto Androide, Youtube, além das parcerias com a Skype, ebay, entre outras. E de olho na empresa criada pelo americano Larry Page e o russo Sergey Brin, empresas concorrentes tentam insistentemente desbancar o Google.



Uma delas, a Microsoft, dona do Live Search, site de buscas, lançou uma campanha de ataque direto ao Orkut. Mensagens próximas ao campo de pesquisa intimam o internauta a deixar o site de relacionamentos do Google e usar o Windows Live Spaces, que se tornou uma rede social no ano passado. "Perfis falsos no Orkut? Conheça o site com amigos de verdade", provoca, num dos recados. "Cansado de malas no Orkut? Controle sua exposição no Spaces", cutuca, em outro. Ao clicar nas frases antiOrkut, o internauta cai no site do Live Spaces.
À Folha Online, o diretor de comunicação do Google no Brasil, Félix Ximenes, ironizou a iniciativa. "É gratificante ver um concorrente se curvar assim", disse. Para ele, a estratégia da Microsoft "apenas mostra que nosso sucesso é absoluto". Um dos instrumentos do Orkut explorados nos ataques da Microsoft foi repaginado: o álbum. O site introduziu novos recursos de fotos, que agora são agrupadas por meio de pastas separadas. Também criou recentemente "cadeados" para controle de quem pode e quem não pode ver as seções de "scraps", vídeos e fotos de cada perfil. O que na minha opinião é uma completa besteira!!!
E agora a CPI aprova quebra de sigilo de perfis suspeitos no Orkut para obter informações sobre os registros de acessos dos 3.261 álbuns do Orkut denunciados à ONG Safernet, que alega que o sistema é usado por criminosos para compartilhar fotos de pornografia infantil sem serem vistos por outros usuários e pelas autoridades. O presidente da CPI afirmou que há a possibilidade do Orkut sair do ar caso a companhia não colabore com as demandas que serão apresentadas pelos senadores.
O Orkut, maior rede de relacionamentos no país, conta com 23 milhões de usuários brasileiros.
Eles querem acabar com a nossa brincadeira!!!! E desviar a atenção dos brasileiros para as políticas do Planalto central!!!!!

Um comentário:

Anônimo disse...

See Please Here